4
Rd_01
Rd_010
Rd_011
Rd_012
Rd_013
Rd_02
Rd_03
Rd_07
Rd_09
Rd_15
Rd_16
Rd_17
Rd_22
Rd_25
Rd_31
Rd_33
Rd_36
Rd_37
Rd_Chicoria
Rd_Preparar_parcela

 Mapa do site      Canal RSS    

novembro 2017
Sb D
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 1 2 3
lema4 lema

AIAF

2014 - Ano Internacional da Agricultura Familiar

PastorNa 66ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, 2014 foi formalmente declarado o “Ano Internacional da Agricultura familiar” (AIAF), propondo a sensibilização dos governos e das sociedades sobre a importância e a contribuição da agricultura familiar na segurança alimentar e na produção de alimentos.
O objetivo do AIAF, 2014, é reposicionar a agricultura familiar no centro das políticas agrícolas, ambientais e sociais nas agendas nacionais, identificando lacunas e oportunidades para promover uma mudança rumo a um desenvolvimento mais equitativo e equilibrado. A agricultura familiar tem um importante papel socioeconómico, ambiental e cultural.
Nesse sentido, foi criado o Comité Mundial de Acompanhamento do AIAF 2014, com a participação de 12 Estados-Membros, além de representantes de agências da ONU, do Fórum Mundial Rural, da União Europeia, de organizações de produtores e do setor privado. O lançamento oficial do Ano Internacional da Agricultura Familiar 2014 realizou-se a 22 de Novembro de 2013, na sede da ONU, em Nova Iorque.

Objetivos-Chave do Ano Internacional

Linhas Globais de Atuação do Ano Internacional

Em Portugal

Comissão de Honra

Comissão Executiva

  

Objetivos-Chave do Ano Internacional

1. Apoiar a formulação de políticas agrícolas, ambientais e sociais que promovam a agricultura familiar sustentável;
2. Aumentar o conhecimento, a comunicação e consciencialização pública;
3. Obter um melhor entendimento das necessidades, potencial e restrições da agricultura familiar, e assegurar apoio técnico;
4. Criar sinergias para a sustentabilidade.

Voltar  

Linhas Globais de Atuação do Ano Internacional

1. Promoção do diálogo sobre processos de tomada de decisão em políticas públicas;
2. Identificação, documentação e partilha de lições aprendidas e de experiências bem-sucedidas de políticas pró-agricultura familiares existentes, no âmbito nacional e a outros níveis, para capitalizar conhecimentos relevantes sobre agricultura familiar;
3. Comunicação, promoção e divulgação.

 Voltar 

 39Em Portugal
Portugal, onde a agricultura familiar tem uma importância relevante do ponto de vista económico e social, associa-se, por iniciativa do Ministério da Agricultura e do Mar, à comemoração do Ano Internacional da Agricultura Familiar, tendo para o efeito constituído uma Comissão de Honra e uma Comissão Executiva, para promover e acompanhar iniciativas que a sociedade civil e as entidades oficiais venham a desenvolver.

 Voltar

 Comissão de Honra

Presidente da República
Presidente da Assembleia da República
Primeiro-Ministro
Vice-Primeiro-Ministro
Ministro-Adjunto e do Desenvolvimento Regional
Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social
Secretário Regional da Agricultura e Ambiente dos Açores
Secretário Regional do Ambiente e Recursos Naturais da Madeira
Presidente da Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar da Assembleia da Republica
Presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses
Secretário Executivo da CPLP
Presidente da Rede AGA KHAN para o Desenvolvimento em Portugal
Chefe da Representação da FAO em Lisboa
Chefe da Representação da UE em Portugal

Voltar

 Comissão Executiva

Presidência:
Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural

Membros:
Comissão Nacional da UNESCO - Portugal
Representante do MAM junto da FAO
Gabinete de Planeamento e Politicas
Direção-Geral de Agricultura de Desenvolvimento Rural
Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas
Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária
Direção-Geral de Alimentação e Veterinária
Rede Rural Nacional
CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal
CONFAGRI – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal, CCRL
CNA – Confederação Nacional da Agricultura
AJAP – Associação dos Jovens Agricultores de Portugal
CNJ – Confederação Nacional dos Jovens Agricultores e do Desenvolvimento Rural
Federação Minha Terra – Federação Nacional de Associações de Desenvolvimento Local
APDEA – Associação Portuguesa de Economia Agrária
SPER – Sociedade Portuguesa de Estudos Rurais

Voltar